9 de abr. de 2012

Sociocultural sem Consumismo Exagerado

É engraçado como as coisas acontecem nessa vida. É aquela velha história de quem é rico cada vez fica mais rico, e o pobre cada vez mais pobre.
Mas de um certo tempo pra cá, as coisas mudaram "um pouco" posso afirmar isso com certeza, pois para você estar lendo essa postagem que escrevi, é necessário que esteja em frente a uma máquina que custou no mínimo R$ 745,00 na promoção do Magazineluiza. E ter condições de comprar um computador há 10 anos não era tão barato assim, quem costumava dispor de tal luxo era somente da elite. O pior de tudo é que nesse tempo o monitor do computador parecia com um microondas e a CPU pessava uns 18 quilos. Essa pequena mudança de vida dos brasileiros é denominada como evolução da classe inferior para a Classe C. Essa classe inferior é considerada a última linha da massa de pobreza em nosso país, é mais conhecida pelo termo "Miséria" e faz jus a seu nome, ou seja, não é nada raro você ver pessoas que vivem com menos de um real por dia. a classe C define-se como a camada mais volumosa do país, são aqueles como eu e você, que não passamos fome mas não andamos numa Lamborghini ou Land Rover e, temos condições de estar conectados e saber quem é o Sem Noção que está fazendo sucesso neste momento. nesse caso é o Teló - particularmente por culpa dele não suporto mais ouvir música sertaneja - o mais interessante de tudo isso é que algumas pessoas não percebem como são influenciadas e conduzidas exatamente como a mídia quer que sejam, fazem questão de assistir o nada humilde Luan Santana cantando no palco do trocista Faustão. Devemos sim sermos socioculturais e não teleguiados! Devemos sim estar atentos à mídia e suas tecnologias, mas não nos deixar levar pelo consumismo exagerado. Para concluir minha crítica, peço que enviem convite de amizade para minha página no facebook (Erickson Soares), isso é um ato para mostrar que não sou Anti-social.
Muito Obrigado pela sua atenção.

Um comentário:

  1. Muito bom seu texto, concordo sim com tudo q vc expressou no mesmo...

    ResponderExcluir